Laboratório Veterinário Diagno Vet
Qualidade
Fale Conosco

(67) 3356-3991   (67) 9259-1506

Segunda a Sexta - 8h às 18h, Sábado - 8h às 12h

PESQUISA NO SITE:

Proteínas Totais e Frações (Albumina e Globulina)

Amostra:

2,0 mL de sangue total sem anticoagulante ou 1,0 mL de soro (Frasco: tubo de 5,0 mL sem anticoagulante - Tampa Vermelha).

Opcionalmente, pode ser enviado 1,0 mL de sangue total com EDTA (Frasco: tubo de 5,0 mL com EDTA - Tampa Roxa). Neste caso, verificar a disponibilidade do Diagno Vet para analisar tal amostra.

Conservação:

Até 24 horas em temperatura ambiente. Até 48 horas refrigerado entre 2 e 8ºC. O soro separado e refrigerado se mantém viável para análise por até 30 dias.

Preparo:

Jejum de no mínimo 4 horas.

Motivos para Rejeição:

Amostra com hemólise ou lipemia acentuadas.

Prazos:

Até 24 horas. Em caráter de urgência, 3 horas.

Método:

Colorimétrico Automatizado.

Informações Adicionais:

A avaliação da proteína total (PT) e suas frações determina a concentração total das proteínas no soro do animal, bem como suas porções, albumina e globulina; no plasma, ainda há o fibrinogênio. Para interpretação de um resultado elevado ou diminuído das proteínas é fundamental identificar qual a fração responsável pela alteração. Também ocorrem situações em que a proteína total encontra-se dentro dos parâmetros normais, porém suas frações estão alteradas (albumina diminuída + globulinas elevadas = PT normal, por exemplo).

A elevação da PT pode ocorrer em quadros de: desidratação, devido à "hiperalbuminemia" com ou sem hiperglobulinemia e pelas causas de hiperglobulinemia: inflamação, estimulação antigênica crônica (erlichiose, leishmaniose, PIF), doenças imunomediadas, hepatopatias crônicas em equinos, neoplasias (linfoma, leucemias linfocíticas, mieloma múltiplo, plasmocitoma).

A diminuição da PT pode ser divida em causas simultâneas de hipoalbuminemia e hipoglobulinemia, tais como: hemorragias, gastroenteropatias exsudativas, dermatites exsudativas graves ou queimaduras e derrames em cavidades naturais (pleura, peritônio). Outras afecções podem acarretar hipoalbuminemia com teor de globulinas normal ou até elevado, são elas: insuficiência hepática crônica, deficiências nutricionais, parasitismo gastrointestinal, má absorção intestinal, glomerulopatia, insuficiência pancreática exócrina.

Outro parâmetro que pode ser avaliado é a proporção albumina:globulina (A:G), ele ajuda a identificar a causa das alterações das frações ou da PT. Na desidratação, por exemplo, esta relação não se altera, pois tanto a albumina quanto a globulina se elevam em conjunto. A elevação da proporção A:G é geralmente insignificante clinicamente, pois corresponde a um aumento da albumina e diminuição da globulina; no entanto, sua diminuição corresponde a uma redução da albumina e elevação das globulinas. Quanto menor a proporção, maior a discrepância entre as proporções e possivelmente o animal está mais predisposto à síndrome da hiperviscosidade.